? ??????????????Barbie Girl? ????? ?? ???Rating: 4.1 (7 Ratings)??146 Grabs Today. 6005 Total Grabs. ?????
?Preview?? | ??Get the Code?? ?? ?????Girls Love Diamonds? ????? ?? ???Rating: 4.1 (55 Ratings)??144 Grabs Today. 11014 Total Grabs. ??????Preview?? | ??Get the Code?? ?? ????1?? ??? BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS ?

domingo, 14 de junho de 2009

Olá...

Alimentação é algo muito importante, temos que aproveitar todos os nutrientes fornecidos pelos alimentos, alguns alimentos são deficientes em algumas vitaminas e em alguns minerais, assim temos que evitar desperdícios...

Lendo alguns textos do género encontrei esse bem legal...


É possível prevenir perdas de vitaminas em alimentos?

A qualidade dos alimentos está relacionada a fatores diversos, dentre os quais, o conteúdo de nutrientes, em especial as vitaminas, se apresenta como um dos mais importantes. No entanto, podem ocorrer perdas destes nutrientes desde o processo pós-colheita ou abate do animal até a distribuição para os consumidores.

Os principais mecanismos responsáveis pelas perdas de vitaminas são a solubilidade em água, a sensibilidade ao calor e a oxidação enzimática.
O processamento pelo calor, é um dos mais importantes métodos desenvolvidos pelo homem para aumentar o período de estocagem e a disponibilidade dos alimentos. Contudo após o processamento, pode haver uma redução no teor de nutrientes presentes originalmente.
No caso das vitaminas, este tipo de processamento pode ser controlado para reduzir as perdas, sem prejudicar os aspectos sensoriais e de segurança.


Algumas vitaminas do complexo B e a Vitamina C, não são mais susceptíveis a perdas nos alimentos. Tiamina e ácido fólico são as vitaminas mais sensíveis do complexo B. Assim, a vitamina C, tiamina e ácido fólico são freqüentemente usados como indicadores da severidade do processamento, assumindo-se que se estes nutrientes estão bem retidos nos alimentos e a porcentagem de retenção de todos os outros nutrientes é tão ou mais alta.
Conhecendo os principais fatores que afetam a qualidade final dos alimentos, é possível otimizar os processos de preparo e, assim, garantir uma maior qualidade em termos nutricionais.



Alguns procedimentos podem ser adotados para prevenir as perdas destes nutrientes:

• Fazer um planejamento adequado para a compra de mercadorias, evitando que estas permaneçam por tempo demasiado armazenadas.
• Armazenar os grãos e outros alimentos com teores reduzidos de umidade, embalados adequadamente, em ambientes ventilados, evitando a incidência direta de luz fluorescente e luz solar.
• Estocar os alimentos com alto teor de umidade (folhosos, legumes, frutas, carnes) em baixas temperaturas, se possível com uma atmosfera modificada.
Fatiar os vegetais próximo ao horário de servir e em pedaços maiores, para reduzir a exposição dos nutrientes ao oxigênio, responsável pela oxidação.
• A higienização e sanitização de vegetais deve ser eficiente para eliminar as sujidades e contaminação. No entanto, o tempo deve ser monitorado, para evitar o contato excessivo do alimento com a água e evitar as perdas por lixiviação. Esta etapa deve, quando possível, preceder a etapa de fatiamento, uma vez que o fatiamento dos alimentos ocasiona maior contato com a água.
• Utilizar o suco resultante do processo de descongelamento de carnes. É riquíssimo em vitaminas hidrossolúveis.
• O cozimento de vegetais, quando possível, deve ser efetuado a vapor, por pressão, ou refogado em óleo, para evitar o contato direto com água. Quando não for possível, a água de cocção deve ser aproveitada na preparação de caldos e molhos, para aproveitamento das vitaminas hidrossolúveis perdidas por extração.
Monitorar o tempo e temperatura de cocção dos alimentos.
• Dar preferência para preparações como refogados e grelhados, que utilizam tempos rápidos e temperaturas menos elevadas para cocção.
• Distribuir as refeições imediatamente após preparar.


Conhecendo melhor sobre a estabilidade e as etapas que podem levar ás perdas de vitaminas e a qualidade dos alimentos, podemos prevenir a perda de nutrientes, tendo uma alimentação mais adequada a sua saúde.

Fonte:http://novohamburgo.org/colunistas/nutricao/isabel/introducao/

Uma boa alimentação é ter qualidade de vida melhor...

Até mais...

Nenhum comentário:

Postar um comentário